quinta-feira, 7 de abril de 2011

"Se as coisas boas passam, por que as ruins seriam diferentes?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário